segunda-feira, 11 de julho de 2011

DICAS PARA ATORES INICIANTES


Se você tem talento, quer ser ator ou atriz, mas não sabe como começar sua trajetória, o site: TestedeElenco.com pode te ajudar.

Para isso, foram selecionadas as perguntas mais frequentes dos cadastrados no site e entrevistados profissionais gabaritados e experientes na área.


Para saciar nossas dúvidas, contamos com ajuda de:
 Charles Daves (ator, diretor e sócio na CN Artes), Ithamar Lembo (ator, diretor e roteirista), Anja Bittencourt (atriz, diretora, professora de teatro e produtora cultural) e Hana Oliveira (Cineasta, trabalha no Studio Fátima Toledo). 

Qual o primeiro passo a ser seguido por iniciantes que almejam a carreira de ator/atriz?

Charles Daves: O primeiro passo é se matricular em um curso de teatro, até mesmo para descobrir se é isso mesmo que quer.

Ithamar Lembo: Antes de mais nada, [a pessoa deve] se perguntar: eu realmente tenho talento? Eu realmente tenho vocação pra isso? Eu reamente gosto e quero fazer isso por vontade honesta e não por fama, dinheiro, ser mais fácil, nem nenhum outro motivo menor? Se responder sim, honestamente, para todas as perguntas, então você está em um bom caminho.

Anja Bittencourt: A primeira medida é fazer um curso pra ver se é isso mesmo.

Hana Oliveira: Primeiramente, você procurar uma escola de interpretação com grande potencial. Em paralelo aos estudos, pesquise onde estão acontecendo as produções de curtas-metragens em escolas de cinema e, também, companhias de teatro para adquirir experiências. Fazendo isso, você se divulga e acaba surgindo convites para futuros trabalhos profissionais remunerados.

Como se tornar profissional?

Charles: O ator pode se profissionalizar por dois caminhos: um deles é se formando em uma escola profissionalizante, que o dará embasamento teórico, além de prepará-lo para o mercado. O outro caminho é ir fazendo cursos livres e em paralelo, participando de espetáculos. Neste caso, em geral, é mais fácil começar no teatro Infantil.

Ithamar: Tecnicamente e legalmente falando, tendo formação. Fazendo um curso sério, de qualidade, que o qualifique para exercer a profissão. Praticamente falando, depende das respostas à primeira pergunta. Existem muito mais profissionais fora da mídia, ganhando no limite da sobrevivência, fazendo diversas coisas na área, e até fora dela, para conseguir se manter na carreira. Para cada Cauã[Reymond], existem dezenas, talvez centenas, de atores correndo atrás de um trabalhinho, nem sempre grandioso, para pagar as contas. Daí a necessidade de ter vocação. O talento é uma parte do negócio. É a vocação que faz você ter força, determinação e paciência pra seguir na sua escolha apesar dos percalços.
Se tornar profissional não é o mais difícil. Viver dignamente da sua profissão é o mais complicado e, para isso, não existe receita. Você precisar ter boa formação, talento, vocação, se dedicar, ser ético, mas vai precisar de uma boa dose de sorte, de construir boas relações profissionais, de estar na hora certa, no lugar certo, agarrar as oportunidades e, porque não, quem sabe, um bom padrinho.

Anja: Que dê habilitação para o Registro Profissional (tem vários, de vários níveis).

Hana: Tem que investir muito em projetos independentes no teatro e no cinema. Nunca coloque o sucesso em primeiro lugar. Sendo assim, você já pode se considerar um profissional.

O que mudou no modo de divulgação do ator com a Era digital? E para o profissional que já está no mercado, há alguma mudança?

Charles: Com a era digital, tudo se torna menos difícil. O videobook, por exemplo, que é o material que "vende" o ator, pode ser encaminhado para os produtores de elenco, via e-mail, já que o ator pode deixá-lo disponível no YouTube. E mais: o ator pode, por exemplo, atuar em webséries e mostrar seu trabalho.

Ithamar: Sinceramente, não sei. Acho que não mudou. Na verdade existem mais possibilidades para o ator divulgar seu trabalho. Porém, essas mesmas ferramentas que, supostamente, facilitam e aumentam o alcance, podem ser um tiro no pé. Tenho visto muitos atores colocando seus trabalhos em redes sociais e, sendo bem franco, muito mais porcaria que coisas boas. Ou seja, é uma faca de dois gumes. Se você tem critério, bom senso, e sabe usar essas ferramentas a seu favor, são ótimas. Mas se você não souber usar, pode te divulgar de uma maneira não muito positiva e dificultar sua vida ao invés de ajudar. E tenho visto isso demais por aí.
Para mim que já estou no mercado há algum tempo, mudou apenas a praticidade. A facilidade em mandar material, divulgar espetáculos, o trabalho, enfim, foi uma mudança de ordem prática.
Mas não acho que tenha mudado alguma coisa no que diz respeito a viabilizar trabalhos.

Anja: Com verteza ficou mais fácil da pessoa se divulgar, mostrar a cara e até mesmo algum trabalho. Quem não é visto não é lembrado.

Hana: Sim. Hoje, o ator não precisa mais levar o CD com o material nas agências e produtoras. Ele pode ter um website, blog, site de relacionamentos, etc. Muitos dos diretores e produtores de elenco estão nesses sites à procura de atores e, com toda essa plataforma de possibilidades, fica mais fácil você chegar a uma produção de seleção de atores.

Como o ator pode usar a internet a seu favor? Quais as vantagens e desvantagens?

Charles: Só vejo vantagens no uso da internet pelo ator. O que ele precisa ter é medida nas atitudes. Aprender a se divulgar sem ser excessivo. Encaminhar seus vídeo, suas fotos e aguardar a oportunidade de uma escalação.

Ithamar: Acho que a resposta já está na outra pergunta [sobre divulgação na Era digital]. A ferramenta está disponível e você conhece o tamanho do seu alcance. Saiba usá-la com critério e bom senso. E nunca, eu disse NUNCA, tenha como critério a possibilidade de "se dar bem", de "estourar", de "quanto mais gente vir, melhor". Isso não vai acontecer. Os pouquíssimos casos em que aconteceu, são exceções e não a regra. A chance de você se dar mal é muito maior.

Anja: Não encher o saco de ninguém é fundamental. Saber que rede social não é lugar pra pedir emprego.

Hana: Relacionando-se em redes sociais como, por exemplo, o facebook ou até mesmo um blog . Conte um pouco da sua rotina diária das produções desenvolvidas e assim o ator vai montando o próprio material on line. Isso facilita na hora de se apresentar como profissional para uma produção  de atores.

A web substituiu o teatro que é considerado, por muitos, o pontapé inicial, a primeira experiência na carreira dos atores?

Charles: Não acho que a web tenha substituído o teatro não, mas realmente passou a ser mais uma vertente para o início de uma carreira. Mas no teatro, o ator pode descobrir diversos recursos próprios e o audiovisual passa a ser uma extensão, um complemento de linguagem.

Ithamar: Nada substitui o teatro. E não sei de onde parte essa afirmação de que muitos consideram o teatro o pontapé inicial na carreira de ator. Muito pelo contrário. Hoje em dia, o que 90% das pessoas, que partem pra essa área, querem é TV.
O teatro não é pontapé inicial na carreira de um ator. O teatro é fundamental na carreira de um ator. No início, durante e sempre.
Um ator que não tem interesse, vontade e prazer no teatro, provavelmente, não respondeu "sim" às questões da minha primeira resposta.
E não tem como a web substituir o teatro. São linguagens absolutamente diferentes, proporcionam coisas diferentes, tanto para quem vê, quanto para quem faz.
Na verdade o rádio substituiu o teatro, o cinema substituiu o teatro, a TV substituiu o teatro, mas ele permanece aí, vivo, impactante, feito à unha por aqueles que realmente querem ser atores, têm talento para isso e vocação para carreira.

Anja: De jeito nenhum. São coisas muito diferentes. Mas o teatro ainda é a casa do ator. Uma peça bem falada, bem vista, é o melhor cartão de visitas que existe.

Hana: Não, porque um colabora com outro. Quanto mais possibilidades puder encontrar para se auto-divulgar, melhor será.

Ingressar no cinema e na TV é mais complicado? Como fazer?

Charles: Na TV e no cinema o mercado é mais restrito sim. Veja a quantidade de teatros que existem e a quantidade de produções de teledramaturgia e de cinema. O ator deve se preparar para fazer um teste no veículo, por se tratar de uma linguagem específica.

Ithamar: Se existisse uma fórmula, não existiriam tantos atores desempregados por aí. Ser ator, neste país, é complicado. Manter-se vivendo unicamente da sua profissão é complicado. A última parte da minha resposta à pergunta 2, responde também essa pergunta.

Anja: É mais complicado porque não dá pra gerar sozinho, como montar um monólogo, por exemplo. Tem que ter Registro Profissional [DRT] e se cadastrar.

Hana: Nada é complicado quando há vontade de crescer profissionalmente. Acredito que no cinema é mais fácil, porém não exige experiências anteriores ou até mesmo o registro profissional em alguns casos.

8 comentários:

  1. Boa tarde, meu nome é Daiane. Respondi sim a todas as perguntas que vocês fizeram sobre o motivo de querer ser um ator ou uma atriz. Se matricular num curso estou prestes a fazê lo, um dos impedimentos no momento para isso é que quero me matricular em uma escola com alto potencial e as que eu realmente quero estudar estão no Rio e São Paulo e moro no Paraná.
    Também nunca fiz teatro mas sinto que tenho vocação, que só precisa ser desenvolvida, estudar muito, força de vontade e dedicação não vão me faltar. Por fim, tenho 33 anos e isso tem me incomodado um pouco, quando mais nova não me sentia tão determinada como agora em seguir essa carreira. Gostaria de um conselho e uma observação sobre a minha idade. Muito obrigada.
    Daiane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daiane, tudo bem??!

      Primeiramente gostaríamos de agradecer por sua mensagem, ficamos felizes sempre que encontramos pessoas com sua determinação de lutar pelos próprios sonhos.

      Bem, quanto ao seu desejo, é claro que essa não é uma carreira fácil, mas perfeitamente possível de se conseguir atingir os objetivos quando estamos realmente interessados.

      Em Curitiba tem alguns cursos de interpretação muito bons, como o Cena Hum (www.cenahum.com.br/) ou o Barracão EnCena (www.teatrobarracaoencena.com.br/). Obviamente que em São Paulo e Rio estão os mais conhecidos, principalmente pelo fato de serem os maiores polos de produção artística no Brasil.

      Caso tenha a possibilidade de ir a algum desses lugares, aconselharia os cursos do Wolf Maya ou do Instituto Stanislavski, ambos em São Paulo, ou a CAL, Casa das Artes de Laranjeiras no Rio de Janeiro.

      Não se preocupe com o fato de estar com 33 anos, pois uma das vantagens dessa profissão é que há espaço para atores e atrizes de todas as faixas etárias, pois a grande diversidade de personagens que se pode interpretar nos proporciona essa vantagem e, nunca se é tarde para se correr atrás do próprio sonho.

      Boa sorte e não desista, corra atrás que a boa fortuna só sorri para aqueles que fazem por merecê-la.

      Um cordial abraço,

      MÁRIO FILHO

      Excluir
  2. MARIO NO MEU CASO GUE ESTOU COMECANDO COM UM GRPO DE TEATRO
    OQUE VC MIM ACOMCENHA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure estudar teoria do teatro e praticar sempre, fazendo oficinas e buscando sempre o aperfeiçoamento.

      Ser ator ou atriz é algo que dá muito prazer, mas também muito trabalho. Não é só glamour como todo mundo pensa... ;-)

      Abcsss!!!

      Excluir
  3. oi. eu quero muito iniciar minha carreira de atriz, mas meu sonho sempre foi fazer telenovela, não pela fama e tal, ate pq eu sou bem timida, mas pq sonho com isso desde criança. bem eu queria que vcs me indicassem algumas escolas para iniciantes e baratas no rio de janeiro, eu pretendo morar por lá no inicio de janeiro de 2014, e me inscrever em uma agencia de figuração para ficar me mantendo até eu terminar os cursos necessarios para me inscrever na oficina de atores da globo, que tal?! obrigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dê uma olhada numa postagem aqui mesmo em nosso blog, no link: http://mariosfilho.blogspot.com.br/2012/09/tv-globo-agencias-prestadoras-de-servico.html.

      Ali você encontrará o contato de várias agências de elenco no Rio de Janeiro que fornecem atores para figuração e elenco de apoio à Rede Globo e Record.

      Quanto a cursos, bem o melhor é o da CAL (Casa das Artes de Laranjeiras), mas uma outra opção que pode estar mais acessível em termos de valores, seria a Escola Martins Pena, também em Laranjeiras no Rio.

      Abcsss!

      Excluir
  4. Olá me nome William quero muito muito ser ator,ainda não tive a oportunidade de mostrar pra mim mesmo se tenho talento, até porquê moro aqui no MARANHÃO e por aqui não se tem muitas oportunidades, infelizmente não tenho como ir pro RIO ou pra SP pra estudar em escolas melhores mas pretendo arriscar muito mais na frente se oportunidades aparecerem por enquanto só posso iniciar por aqui mesmo, vou fazer no Instituto Cultural para Educação Nacional de Arte (INCENA) lá tem vários cursos http://br.kekanto.com/biz/incena-escola-de-teatro-danca-musica-tv-cinema-producao-de-audio-e-video enfim, queria uma luz do que devo fazer vou terminar o 3
    ano e imediatamente pretendo cursar lá,quero fazer muitos trabalhos se for preciso se aparecer oportunidades no cinema tv ..a té mesmo fora do BRASIL e tenho algo dentro de mim que não consigo controlar essa ânsia que tenho de ser um GRANDE ATOR,RECONHECIDO,E QUE POSSA ESTAR AJUDANDO AS PESSOAS CRIANDO DIÁLOGOS COM ELAS MUDAR DE CERTA FORMA A VIDA DELAS PRA MELHOR AJUDAR AS PESSOAS COM O QUE EU FAÇO SENDO FELIZ!
    O QUE TENHO QUE FAZER?

    ResponderExcluir
  5. ola sou mateus vc pode me indicar alguma escola pra iniciantes na bahia

    ResponderExcluir